A Equipa / J. Guilherme Nobre


A Equipa / J. Guilherme Nobre


J. Guilherme Nobre é atualmente estudante do 4º ano do Mestrado Integrado em Medicina, da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

Licenciado pela Universidade de Lisboa, no curso de Ciências da Saúde, concluído em 2017. Tem, inclusivamente, uma Pós-Graduação em Bioética/ Ética Médica, concluída em 2017, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Em 2018, foi selecionado, entre vários estudantes de medicina europeus, para o curso ESMO/ESO de Oncologia Médica, na Università degli Studi della Campania Luigi Vanvitelli, em Nápoles, Itália.

Apresenta nível 1 e nível 2 do Curso de Investigador Clínico (Qualificação para Investigador Principal de um Ensaio Clínico), concluído em 2018, Curso da NOVA Medical School e UNAVE, Universidade de Aveiro.

Participou em inúmeros projectos de voluntariado, fazendo promoção da Saúde em algumas Escolas, nas ilhas dos Açores (S. Miguel e Terceira), rastreios de saúde à população, entre outras actividades, organizadas pela Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. E também fez voluntariado hospitalar no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde ganhou o Prémio Jovem Voluntário, em 2016. Também em 2017, participou como voluntário, no 1º Simpósio de Investigação de Champalimaud.

Estagiou na Unidade de Patobiologia Molecular, no IPO Lisboa Francisco Gentil, assim como nalguns laboratórios no Instituto de Medicina Molecular, nomeadamente no Laboratório do Instituto de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Lisboa, no DPrata Lab, ambos em 2015/2016. Fez estágio clínico, inclusivamente, nos Hospitais CUF Descobertas e CUF Cascais, no Instituto CUF Oncologia e fez um estágio clínico-laboratorial no Departamento de Oncologia Médica do Centro Hospitalar Lisboa-Norte – Hospital de Santa Maria e no Luis Costa Lab, no Instituto de Medicina Molecular, ambos em 2019.

De momento, está envolvido em inúmeros projetos de investigação nacionais e internacionais.

Iniciou em 2018, com o Dr. Diogo Alpuim Costa, a criação da Start-Up Gut Feeling Analytica Portugal, cujo principal objectivo é introduzir a análise de microbiota como parte da prática clínica, de forma a obter uma melhor prevenção e detecção precoce de doenças, uma melhor orientação terapêutica e até mesmo usar a manipulação de microbiota para restauração da homeostase do organismo.

Procura no site